08/10/2019

{Resenha} Daqui pra Baixo


Daqui pra Baixo é um livro escrito por Jason Reynolds, publicado no Brasil pela Editora Intrínseca.

Will é um adolescente que vive em uma periferia com sua mãe e o irmão mais velho, Shawn.

Certo dia, Will ouve som de tiros (coisa comum naquele bairro), mas ao olhar na rua, ele vê o corpo de Shawn.

Cheio de tristeza, indignação e revolta, Will pega uma arma e sai pra vingar o irmão, mas ao entrar no elevador, começam a acontecer coisas estranhas que vão fazê-lo refletir sobre a sua vida e o seu plano de vingança.



Daqui pra baixo é narrado em verso e a maior parte da história se passa em 67 segundos (o tempo que o Will passa no elevador).

Eu peguei esse livro pra folhear e não consegui parar até terminar a leitura. A história me prendeu de uma forma que eu fiquei angustiada querendo saber como aquilo tudo ia se resolver.

Além da angústia, o que eu senti lendo esse livro foi uma tristeza profunda. Apesar de ser uma obra de ficção, os eventos narrados em Daqui pra Baixo são a realidade de muita gente (especialmente aqui no Brasil).



E o Jason Reynolds fala dessa realidade de forma crua, sem julgamentos, sem suavização e isso me fez pensar muito. Eu terminei de ler chorando e até hoje (quase um mês depois de ler) eu ainda penso na última frase e no quão real ela é.

Eu não posso falar de Daqui pra Baixo sem mencionar a revistinha do Intrínsecos, que traz um conteúdo tão incrível.



Temos o depoimento de um rapaz que é professor em uma periferia e também de 5 jovens que vivem em periferias do Brasil e isso acrescentou demais na minha experiência de leitura. Embora o livro tenha sido escrito por um estrangeiro, esses depoimentos provam que essa é a realidade do nosso país também





*Ao comprar o livro pelos links desse post, você colabora com o Colecionando Primaveras, sem pagar nada a mais por isso.

Acompanhe o Colecionando Primaveras também nas Redes Sociais:

Postado por Colecionando Primaveras

Pernambucana, cristã, leitora compulsiva, viciada em música e colecionadora de primaveras e sonhos.



1 comentários

  1. Il semble étrange de lancer une montre GMT en ce moment,replique montre car il semble que le monde entier soit verrouillé et que personne ne voyage plus. Mais si vous pouvez regarder au-delà, il y a beaucoup de choses à aimer sur cette montre. Étanche à 150 mètres et mesurant seulement 12 mm, c'est une montre de plongée mince. En plus de cela, il a une fonction GMT et worldtimer. Pour être honnête, ce n'est pas une véritable horloge mondiale, car vous devez tourner manuellement la lunette pour afficher l'heure dans le monde, mais c'est toujours une fonctionnalité utile, néanmoins. Oh,fausse montre et je pense que cela semble aussi très beau.

    ResponderExcluir