08/08/2017

{Resenha} A Pequena Livraria dos Corações Solitários


A Pequena Livraria dos Corações Solitários é o primeiro livro de uma série da Annie Darling, publicado no Brasil pela Editora Verus.

Posy Morland cresceu cercada de livros, seus pais trabalhavam e moravam em uma livraria e, quando eles morreram, a proprietária da livraria, Lavínia, permitiu que Posy e seu irmão caçula continuassem morando lá.
Quando Lavínia morre, deixa a livraria como herança para Posy, mas o estabelecimento está à beira da falência e a garota deve fazê-lo prosperar durante 2 anos e, se não conseguir, tudo ficará com Sebastian, o neto de Lavínia, que por sinal também é considerado o 'homem mais grosso de Londres'
A princípio, Posy fica desesperada, porque não entende nada de negócios e não faz ideia de como irá administrar a livraria, mas aquele é o único lar que ela conheceu e ela certamente não abrirá mão dele facilmente.
Então, com a ajuda de alguns amigos, também funcionários da livraria, ela começa a ter algumas ideias, mas percebe que precisará de MUITA força de vontade e dinheiro (que ela não tem) para levar seus planos adiante. E as grosserias e indelicadezas de Sebastian, que vive rondando o local, também não parecem ajudar muito.
Mas nem só de grosserias vive o maior galã de Londres, talvez também haja um pouquinho de bondade em Sebastian.


Gente, eu amei esse livro! Muito mesmo.

A narrativa é feita em terceira pessoa, mas foca sempre o ponto de vista de Posy. A escrita da Annie é muito leve, fluida e envolvente. Eu simplesmente não conseguia parar de ler.

O enredo é todo voltado para o universo literário e isso, com certeza, foi o que me fez amar mais a leitura. Em alguns momentos, eu me vi transportada para a Bookends/Felizes para Sempre/A Adaga Sangrenta sentindo o cheirinho de livro antigo, admirando a sessão de livros favoritos da Lavínia, participando das loucas reuniões de planejamento... ❤ Sem falar que tem várias referências a livros que eu amo (Orgulho e Preconceito ♥) e livros que foram citados com tanto entusiasmo e paixão que foram direto para minha lista de desejados (Eu não consigo nem acreditar que ainda não li nenhum livro da Georgette Heyer).


Eu me identifiquei muito com a protagonista. Toda a sua relação com os livros, o amor por ficção romântica, até a bagunça do apartamento hehe'. Já com o mocinho eu tive uma relação de amor e ódio (exatamente como a Posy). Logo no primeiro capítulo, eu me preparei para odiá-lo, mas depois, eu comecei a adorar as loucuras dele (bem, nem todas né haha') e ele fala cada besteira e tem um senso de humor e ironia (até de grosseria), que eu não pude não adorar. Ri horrores.

Aliás, ri horrores com o livro inteiro! E o que dizer de 'Violada pelo Devasso'? Eu gargalhava lendo os capítulos, porque eram muito bizarros e eu não conseguia não morrer de rir.

Enfim, amei muito esse livro, foi direto para a minha lista de favoritos. Recomendo muito para quem ama ler, principalmente para os fãs da ficção romântica.


PS: Talvez os fãs da Literatura Policial não gostem muito hahaha'

Nota: 

Acompanhe também nas Redes Sociais:





Postado por Ellem Barboza

Pernambucana, cristã, leitora compulsiva, viciada em música e colecionadora de primaveras e sonhos.



0 comentários