04/04/2016

{Resenha} Pseudônimo Mr. Queen


Pseudônimo Mr. Queen é um livro da escritora Loraine Pivatto.

Regina Brandão acaba de descobrir que está sendo traída pelo marido ao pegá-lo em flagrante com uma de suas amigas, Vanessa, no seu próprio escritório. No meio da confusão, Regina pega uma arma e atira, porém nesse exato momento a profecia de 21/12/2012 se cumpre e de repente tudo desaparece.

Regina acorda em um ginásio, junto com outras pessoas que também foram escolhidas para sobreviver.

Tudo está muito confuso, porém eles entendem que a partir de então, haverão 2 vidas. A primeira, vai até os 70 anos e a segunda, vai dos 20 até os 100, totalizando 150 anos de vida para cada pessoa.
Nesse novo universo, também não há desigualdades.

O enredo gira em torno do segredo da morte, que apenas algumas pessoas conhecem e tentam escondê-lo à todo custo.

O livro é narrado em três partes, abordando três gerações de mulheres da família Brandão: Regina, Larissa e Vitória.


Quando eu vi a sinopse de Pseudônimo Mr. Queen, eu logo me animei, por se tratar de uma distopia (Vocês já sabem que eu amo distopias :P).

A narrativa, em terceira pessoa é bem fluida e o enredo muito criativo e instigante. Os personagens principais são muito bem desenvolvidos, cada um com sua peculiaridade, o que enriquece bastante a narrativa.

Apenas duas coisas não me agradaram durante a leitura. A primeira, foi o excesso de personagens, toda hora aparecia um personagem novo e eu ficava bem perdida kk (Já falei aqui algumas vezes que não curto muito livros com muitos personagens :/). A segunda coisa, foi a passagem do tempo que é de forma muito rápida, às vezes, eu sentia necessidade de que algumas fases da vida das personagens fossem mais desenvolvidas. Essas duas coisas acabaram deixando a leitura um pouco cansativa.

Fora isso, o livro tem uma mensagem bem legal sobre como, mesmo quando a sociedade é projetada para ser perfeita, o ser humano tem o dom de estragar tudo com a sua sede de poder e o seu desejo de estar sempre em foco.

Enfim, eu recomendo esse livro pra quem gosta de distopias mais reflexivas e focadas nos valores humanos.

Nota:

Vocês já leram esse livro? Ou ficaram curiosos? Me contem aqui nos comentários!
Beijos e até a próxima!
Nos acompanhe também nas Redes Sociais:
 Instagram - Twitter - Skoob - Facebook - Pinterest 

Postado por Ellem Barboza

Pernambucana, cristã, leitora compulsiva, viciada em música e colecionadora de primaveras e sonhos.



2 comentários

  1. Também sou apaixonada por distopias, dá um ânimo tão grande porque a história não segue os padrões estabelecidos pelo que consideramos "sociedade normal"! Beijinhos, Beatriz.

    www.odiariodeumaescritorainiciante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ellen querida gostei de saber suas impressões sobre essa leitura. Não sabia que era uma Distopia. Tempos atrás recebi o convite para participar de um booktour desse livro, mas acabei que não consegui, estava com outras prioridades. Mas fico feliz em saber que vc leu e gostou, apesar dessa multidão de personagens (assim como vc também não gosto qnd tem pessoas demais na história, não temos tempo nem de nos apegar às mesmas).
    Enfim parabéns pela leitura e obrigada pela indicação!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir