10/02/2016

{Resenha} Admirável Mundo Novo


Admirável Mundo Novo é um livro clássico, escrito e 1932 por Aldous Huxley.

O livro se passa em um futuro distópico, no ano de 634 d.F. (depois de Ford). As pessoas não nascem mais da maneira natural, mas são geradas em provetas e as palavras 'pai' e 'mãe' são consideradas obscenidades, não existem mais famílias, nem monogamia, todos são encorajados (quase obrigados) a se envolverem com mais de uma pessoa. As pessoas são condicionadas desde a infância para exercerem funções específicas.

Bernard Marx é um tipo um pouco diferente dos demais homens da sua 'classe social', além das diferenças físicas, ele também tem alguns pensamentos discordantes. Um dia, ele e Lenina Crowne, fazem uma viagem para um local não civilizado e lá conhecem um garoto selvagem, John. Por alguns motivos, Bernard acaba por levar John junto com eles para a cidade e isso acaba mudando totalmente o rumo da sua história.

Não é novidade pra ninguém que eu adoro distopias, então quando vi a sinopse de Admirável mundo novo, fiquei logo doida pra ler.

O livro é narrado em terceira pessoa, o que é muito bom, porque os personagens são muito diferentes e com esse tipo de narrativa podemos conhecer o ponto de vista de todos.

O enredo da história é brilhante, tudo muito bem arquitetado. A sociedade distópica que o autor criou tem muita semelhança com a nossa sociedade, às vezes me custava acreditar que o livro foi escrito em 1932. Sem falar na crítica social, que é muito forte.

Como ponto negativo, achei a narrativa muito arrastada, tive vontade de abandonar a leitura algumas vezes. Acho que na verdade, eu não estava muito no clima pra ler um livro assim e isso acabou prejudicando a leitura.


Enfim, recomendo muito esse livro pra quem curte livros clássicos e mais reflexivos.

Vocês já leram esse livro? O que acharam?
Beijos e até a próxima!
Nos acompanhe também nas Redes Sociais:
 Instagram - Twitter - Skoob - Facebook - Pinterest 

Postado por Ellem Barboza

Pernambucana, cristã, leitora compulsiva, viciada em música e colecionadora de primaveras e sonhos.



4 comentários

  1. Oie...
    Fico bem desanimada quando alguém diz que tal livro tem a narrativa arrastada, pois, fica bem complicado ler.
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Hey!
    Uma pena a narrativa ser arrastada como você falou :/ Afinal, sua resenha me empolgou pra ler esse livro, eu amo distopia demaaaais <3
    Acho que vou dar uma chance, fiquei curiosa pra descobrir o que acontece no livro!
    Beijos ;)
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Ellem
    Eu adorei esse livro, a história e o desenrolar, mas confesso que também achei a história um pouco arrastada. Mas o bom é que são poucas páginas, o que não tira o mérito do livro porque ainda assim a crítica é bem forte! Também identifiquei muito as ações dos personagens com os dias de hoje, o que me assustou um pouco.
    E adorei a resenha.
    Abraços ;)
    perfectpick001.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ellem querida que legal que vc conseguiu ler esse livro clássico. Também já li e gostei muito. Com certeza a narrativa tem seus momentos arrastados, mas penso que essa seja uma característica da época, as pessoas não corriam como se o mundo fosse acabar amanhã como hoje em dia, nem tinham pressa para acabar a leitura.
    Mas de uma forma geral esse livro, como vc mesma destacou, estimula no leitor reflexões interessantes sobre a realidade (críticas sociais) e isso para mim já valeu a leitura. Até hoje lembro de alguns detalhes dele.
    Parabéns pela leitura, adorei conhecer sua opinião.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir