17/08/2014

Book Haul de julho

Olá gente!
Nesse mês de julho, 6 livrinhos encontraram o caminho da minha estante. 



  • Starters, da Lissa Price
Sinopse: Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbador em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador. Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado.


-Eu tô bem ansiosa pra ler esse livro, já ouvi comentários ótimos sobre ele. E já conta muitos pontos por ser uma distopia (vocês sabem que eu não resisto a uma distopia haha). E essa capa é maravilhosamente linda demais.

  • Felicidade roubada, do Augusto Cury


Sinopse: E se de repente você perdesse a capacidade de fazer aquilo que dá sentido à sua vida? E se fosse paralisado por seus medos? Alan Alcântara é um bem-sucedido neurocirurgião, que dedica grande parte de seu tempo à medicina. Cético e pragmático, não reconhece qualquer sinal de fraqueza em si e tem dificuldade em lidar com pessoas lentas. Sua vida profissional suga toda sua energia, e, apesar de amar sua esperta filha Lucila e sua adorável esposa Claudia, mal convive com elas. Pensa que o amor é algo incondicional e não precisa de cuidado... Durante uma cirurgia, no entanto, Alan é acometido por uma crise de pânico e não é capaz de terminar o procedimento, deixando a responsabilidade para seu auxiliar. Ele pensa estar sofrendo um ataque cardíaco, e não admite o diagnóstico - transtorno psíquico. Em hipótese alguma, seu mal-estar poderia ter origem emocional. Isso é para fracos, acredita o médico. Alan verá suas certezas desmoronarem diante da doença - que irá significar, em última instância, uma oportunidade rara de ele se reconstruir como ser humano.

-Eu não tenho muito costume de ler os livros do Augusto Cury, nunca gostei muito, mas esse me chamou atenção, pela sinopse, acho que vai ser uma boa leitura, espero que seja, também estou bastante ansiosa para lê-lo. Capa linda.

  • O Caçador de pipas, do Khaled Hosseini


Sinopse: O caçador de pipas é considerado um dos maiores sucessos da literatura mundial dos últimos tempos. Este romance conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão da década de 1970. Amir é rico e bem-nascido, um pouco covarde, e sempre em busca da aprovação de seu próprio pai. Hassan, que não sabe ler nem escrever, é conhecido por coragem e bondade. Os dois, no entanto, são loucos por histórias antigas de grandes guerreiros, filmes de caubói americanos e pipas. E é justamente durante um campeonato de pipas, no inverno de 1975, que Hassan dá a Amir a chance de ser um grande homem, mas ele não enxerga sua redenção. Após desperdiçar a última chance, Amir vai para os Estados Unidos, fugindo da invasão soviética ao Afeganistão, mas vinte anos depois Hassan e a pipa azul o fazem voltar à sua terra natal para acertar contas com o passado.

-Eu sempre ouvi falar muito bem desse livro, mas não estou tão animada para lê-lo, nem sei por que. Enfim, espero me animar e que seja uma boa leitura.

  • Eleanor & Park, da Rainbow Rowell


Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

-Eu já li esse livro e gostei muito, inclusive já tem resenha pra ele aqui.

  • O melhor de mim, do Nicholas Sparks


Sinopse: Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.

-Eu já li esse livro há um tempinho (acho que faz mais de 1 ano) em e-book (ou foi emprestado, não me lembro) e gostei muuuito da leitura, pra mim é o melhor livro do Nicholas que eu já li. Fazia um tempo que eu estava querendo comprá-lo, então aproveitei uma promoção no Extra e comprei. Pretendo relê-lo em breve, antes de lançar o filme (pois é, vai ter filme dele, mas acho que isso todo mundo já tá sabendo :P).

  • A bandeja, da Lycia Barros

Sinopse: Aos 18 anos, Angelina está prestes a viver o maior desafio de sua vida até agora: sair de Petrópolis para estudar no Rio de Janeiro, deixando para trás os cuidados e a proteção de seus pais. Assim que se instala na república de estudantes e começa a assistir às aulas, a jovem percebe que as dificuldades serão muitas. Ela divide um quarto com uma colega desorganizada, frequentadora assídua de festas e chopadas e que vive cercada de más companhias. Além disso, as condições das instalações da faculdade são precárias, e grande parte dos professores, descomprometida. Angelina já está desanimando de sua nova vida quando esbarra no lindo Alderico – ou Rico –, um cara capaz de fazer qualquer garota perder o fôlego. O que ela não poderia imaginar era que Rico, seu professor de linguística, se interessaria por ela também. Deslumbrada com a descoberta da paixão e certa de que Rico é seu grande amor, Angelina se joga de cabeça nessa relação, ignorando todos os conselhos que recebera dos pais a vida toda. Ao mesmo tempo começa a ter sonhos que não consegue entender: homens lhe oferecem objetos numa bandeja e, logo depois que ela os aceita, eles se transformam em feras e somem numa floresta. Primeiro volume da série “Despertar”, A bandeja é um romance arrebatador, que retrata os dramas e as provações pelos quais qualquer jovem passa quando se afasta de sua essência até trilhar de volta o caminho do amor verdadeiro e de Deus.


-Eu já tinha esse livro, mas na edição anterior e o li há um tempinho também. Mas me apaixonei por essa capa (não acho a capa do meu antigo muito bonita) e reza a lenda que esta nova edição tem cenas extras, então acabei comprando. Estou relendo ele neste exato momento e estou (novamente) adorando a leitura, já já terá resenha aqui.

Bom, gente, é isso. Essas foi o meu Book Haul de Julho.
PS1: eu comprei todos eles em uma promoção no site do Extra :D
PS2: As sinopses foram retiradas do Skoob

Beijos e até a próxima!
Sigam: Instagram - Twitter - Bloglovin - Skoob - Facebook - Pinterest 


Postado por Ellem Barboza

Pernambucana, cristã, leitora compulsiva, viciada em música e colecionadora de primaveras e sonhos.



0 comentários