26/07/2014

Resenha: Travessia

Oi Pessoal! Hoje eu vim trazer a resenha do primeiro livro que eu li na Maratona Literária. Depois faço um post falando da experiência de participar dessa maratona.


Travessia é o segundo livro da trilogia Destino, da Ally Condie. Essa resenha conterá Spoilers do primeiro livro, então, caso você não goste de Spoilers, corra daqui. 
Clique aqui para ver a resenha de Destino.
Bom, voltando à resenha...

No final do primeiro livro, Ky é levado para as Províncias Exteriores e a família de Cassia é transferida para outra cidade. Travessia tem os capítulos alternados entre as narrações de Cassia e Ky, então vemos que Ky e um grupo de aberrações foram levados para as Províncias Exteriores para fingirem ser moradores de lá e servirem de 'iscas' para os ataques inimigos, ao chegar lá, eles recebem armas falsas, que não servem pra nada, então Ky, junto com outro garoto arquitetam um plano para fugir para a Escultura, um lugar que fica perto de onde eles são levados e que permitirá que eles se escondam e encontrem pessoas para ajudá-los.

"A sociedade quer que a gente tenha medo de morrer. Mas eu não tenho medo. Meu único medo é morrer de maneira errada."


Por outro lado, Cassia está tentando arquitetar um plano para ir em busca de Ky nas Províncias Exteriores e acaba descobrindo, com a ajuda de Xander, algo sobre uma rebelião, chamada de Insurreição. Ela consegue se infiltrar em um grupo de aberrações que está sendo mandado para as Províncias Exteriores, mas quando chega lá, descobre que Ky conseguiu fugir para a escultura dois dias atrás, então ela foge, junto com outra menina, Indie, em direção à Escultura à procura de Ky.

"O amor muda o que é provável e faz com que coisas improváveis sejam possíveis."

A jornada de Cassia e Ky é muito longa, a maior parte do livro se passa na Escultura, quando eles vão descobrindo coisas sobre a sociedade, sobre a insurreição, sobre os agricultores (pessoas que viviam na Escultura), e principalmente sobre eles mesmos. Acabamos descobrindo coisas bem surpreendentes sobre Xander.

"Amar uma pessoa significa querer que ela esteja em segurança? Ou querer que ela possa fazer as próprias escolhas?"

Enfim, eu gostei bastante dessa leitura, não é aquele livro cheio de ação e essas coisas, é até um pouco parado, mas não me senti entediada em nenhum momento com a narrativa, sempre tem algum acontecimento ou algum segredo que te faz querer ler o próximo capítulo. Gosto muito dessa pegada bem poética que essa distopia tem, torna ela bastante diferente das outras. 

"Já imaginei mil vezes o momento do nosso encontro. Como ele vai me puxar para perto, como vou sussurrar um poema no ouvido dele. A única falha do meu sonho é que ainda não terminei de escrever coisa alguma para ele; não consigo passar da primeira linha."

O livro todo é bem triste, conhecemos boa parte da história de Ky e outras pessoas rotuladas como aberrações. Também tem muitos acontecimentos que são tristes e emocionantes.
Quanto ao triângulo amoroso "Ky-Cassia-Xander", posso dizer que apesar de Cassia ter escolhido Ky, conseguimos notar algumas pontinhas de dúvidas em relação a Xander. E eu me peguei muitas vezes torcendo para que ela ficasse com Xander hahaha, embora algumas vezes também torcia pelo Ky, enfim, o final foi bem 'estranho' e me deixou com muita vontade de ler Conquista, último livro da trilogia. Vamos ver no que isso vai dar.

Beijos, gente, e até a próxima!
Sigam: Instagram - Twitter - Bloglovin - Skoob - Facebook - Pinterest 

Postado por Ellem Barboza

Pernambucana, cristã, leitora compulsiva, viciada em música e colecionadora de primaveras e sonhos.



2 comentários

  1. Oi, Ellem! Eu já li a trilogia e não sei se gostei ou não. Acho que só tinha história pra um livro grande e a autora resolveu dividir em três pra vender mais. Em muitas partes eu senti que estavam "enchendo linguiça", e os personagens me irritam um pouco.
    De qualquer forma, é uma boa leitura para se fazer, mas acho que não se deve esperar uma suuuper história.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela! Ema alguns momentos fiquei com essa impressão de que estavam enchendo linguiça, mas no geral gostei da leitura, espero que o livro final não me decepcione hahaha'
      Beijos

      Excluir