07/12/16

{Resenha} Lembra de mim?


Lembra de mim? é um livro da Sophie Kinsella, publicado no Brasil pela Editora Record.

Lexi sofreu um acidente de carro e perdeu 3 anos da sua memória. Ela acorda no hospital achando que ainda tem 24 anos, dente torto, um emprego meia-boca e um namorado idiota.

Imagine só sua surpresa quando descobre que na verdade tem 28 anos, é diretora na empresa onde trabalhava como estagiária, tem dentes e corpo perfeitos, mora numa casa maravilhosa e ainda tem um marido gato.

Ela logo acha que ganhou na loteria (eu também acharia haha'), mas aos poucos, vai descobrindo que essa vida não é tão perfeita assim. E tudo piora muito quando um arquiteto e braço direito do seu marido lhe conta uma coisa que vai deixá-la muito, mas muito mesmo, confusa.

Compartilhe:

05/12/16

{Resenha} Viagens Fantásticas pela Bíblia


Viagens Fantásticas pela Bíblia é uma antologia de contos organizada pela Carla Montebeler e publicada pela Editora UpBooks.

O livro tem 12 contos de 12 autoras diferentes. Os contos são baseados nas histórias de alguns personagens secundários da Bíblia, aqueles personagens dos quais a Bíblia fala muito pouco, alguns nem tem seu nome mencionado.

As histórias que as autoras criaram para cada personagem são lindas e com uma mensagem reflexiva sobre fé e amor.

Compartilhe:

03/12/16

{Divulgando} Os espinhos de uma rosa


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje eu vim falar pra vocês sobre o livro Os Espinhos de uma Rosa, o novo lançamento da Priscila Reis Andrade.
Sinopse: Quando Marla Bianchi vê seu grande amor trocá-la por outra, decide que precisa preencher o buraco em seu coração deixado por Pedro, há cinco anos. Mas a veterinária não tem sorte no amor! Indo de encontro em encontro, após um relacionamento abusivo, tudo o que ela consegue é colecionar feridas e roupas encalhadas no guarda-roupa. É quando um belo fotógrafo se muda para o seu prédio e ela descobre ser sua vizinha de porta. O que ela não sabia, é que Benjamim iria mudar a vida dela para sempre!
Neste mesmo prédio, vive Souza, um rabugento veterano de guerra, que guarda em seu coração os traumas da batalha e é assombrado pelas memórias de uma jovem italiana que acredita não ter conseguido salvar.
Emoções, segredos revelados e esperança de recomeços podem alterar o rumo da história dos três, mas até as melhores pessoas têm pendências com o passado.
Essa sinopse está prometendo, né?! Eu estou super curiosa pra ler o livro, já conheço a escrita da Priscila e sei que será mais uma leitura linda e emocionante.

Mais sobre o livro | Compre | Adicione ao Skoob

Beijos e até a próxima!
Acompanhe também nas Redes Sociais:
 Instagram - Twitter - Skoob - Facebook - Pinterest - Youtube

Compartilhe:

28/11/16

{Resenha} Lembranças


Lembranças é o segundo livro da série Redenção, da Karen Kingsbury, publicado no Brasil pela Editora Pórtico.

Essa resenha NÃO tem spoilers do primeiro livro da série, Redenção, mas se você quiser ver a resenha dele, clique aqui.

Ashley voltou de uma temporada em Paris totalmente diferente. Além de estar grávida e se recusar a dizer quem era o pai da criança, ela estava mais dura e, a cada dia mais distante da família e de Deus.

Ela é pintora, mas desde Paris, não sente mais tanto prazer em pintar e também não consegue ganhar a vida com isso. Então decide começar a trabalhar em uma casa de repouso para idosos com Alzheimer.

A história de Ashley começa a dar uma reviravolta quando Landon Blake, um bombeiro que é apaixonado por ela desde sempre, mas que ela nunca deu confiança, fica gravemente ferido durante um salvamento.

Quando vai até o hospital ver Landon, Ashley percebe que os seus sentimentos por ele são mais fortes do que ela imaginava. Então ela diz algumas coisas, achando que ele está a beira da morte. Mas alguns minutos depois ele acorda e está decidido a ir morar em outra cidade.

Compartilhe:

24/11/16

Cheiro de liberdade

Foto via Pinterest

Na primeira vez que eu a vi, ela foi como um refresco no deserto.

Eu estava ferido, tinha sido castigado por roubar alimento para alimentar a minha família. As marcas da chibata sangravam em minhas costas, mas eu mal sentia, a dor no meu coração anestesiava o meu corpo.

Eles tinham matado meu irmãozinho e os meus pais bem ali na minha frente, depois me bateram e me trouxeram até aqui.

E foi então que eu a vi.

Ela cuidou dos meus ferimentos. Provavelmente, a tinham obrigado a fazer aquilo, mas ainda assim, ver aqueles olhos amendoados me fez querer sorrir outra vez.

Ela não me olhou nos olhos, nem ao menos disse uma palavra. Apenas terminou seu trabalho e se foi.

Assim que eu pude ficar de pé outra vez, eles me obrigaram a trabalhar, em troca da vida e de um pouco de comida insossa. Eu teria escolhido a morte, mas resistia todos os dias, porque tinha a esperança de vê-la outra vez.

Mas isso nunca aconteceu, não até aquele momento.

Eu havia sido preso por cometer um erro no trabalho, um erro bobo, mas eles me castigaram para servir de lição aos outros. Não era primeira vez que isso acontecia comigo e nem seria a última, pelo menos era isso que eu achava.

A porta da prisão se abriu e eu achei que eles estavam trazendo algum dos trabalhadores, mas meu coração quase parou quando eu a vi.

Compartilhe: