21/04/2017

{Resenha} A Rosa e a Adaga


A Rosa e a Adaga é a esperada continuação do livro A Fúria e a Aurora, escrito por Renée Ahdieh e publicado no Brasil pela GloboAlt.

Essa resenha pode conter alguns spoilers de A Fúria e a Aurora (Resenha aqui)

Sherazade foi levada contra a sua vontade, para um acampamento no deserto, onde está a sua família e tudo o que ela quer é voltar para Khalid.

Porém, antes disso, ela precisa encontrar uma forma de acabar com a maldição que atormenta o Califa e impedir que uma guerra aconteça.

As pessoas do acampamento, inclusive a sua família e amigos, não sabem sobre a maldição e não entendem a razão de ela defender Khalid. Ela precisa fingir estar do lado deles e ainda assim, corre grande risco de vida.

E enquanto, Khalid se disfarça para ajudar os moradores a reconstruir a cidade, ela decide testar sua magia e ir até o Templo do Fogo, em busca de ajuda.

Compartilhe:

13/04/2017

Leituras de Março


Olá pessoal, tudo bem?

Março foi um mês de ótimas leituras. Li 7 livros, todos muito bons. Confiram aí:

1- A Rosa e a Adaga - Esse é a continuação de A Fúria e a Aurora e foi o livro que eu mais gostei em Março ♥
Nota 4,5★♥ - Resenha em Breve

2- Rio de Tinta -  Esse livro é uma fantasia urbana nacional e foi uma leitura maravilhosa também!
Nota: 4★ - Resenha aqui

3- Menina de Vinte - É da Sophie Kinsella, então é claro que eu amei haha'. Entrou fácil para a minha lista de favoritos.
Nota: 5★♥ - Resenha em Breve

4- Labirinto - Esse livro foi uma surpresa para mim. Eu li sem nenhuma expectativa, mas me apaixonei!
Nota: 5★ - Resenha em Breve

Compartilhe:

10/04/2017

{Resenha} Colheita de Rubis


Colheita de Rubis é o primeiro livro de uma duologia escrita pela Tessa Afshar, publicado no Brasil pela Editora BvBooks.

Sara é uma moça judia que vive na Pérsia. Ela perdeu a mãe muito cedo e depois disso, perdeu também o afeto do seu pai e a sua confiança em Deus.

Para compensar tudo isso, ela aprende, sozinha, a ler e escrever (costume incomum às mulheres) e acaba sendo contratada para ser escriba sênior da rainha Damaspia.

Como é muito esperta, Sara acaba descobrindo uma trama contra a rainha e em agradecimento, Damaspia lhe arruma um casamento.

Dario é um nobre, filho de uma judia com um persa. Ele prometeu a sua mãe e no leito de morte dela que a sua primeira esposa seria judia. Mas no dia do casamento, acontecem algumas coisas inusitadas e ele acaba tendo uma péssima impressão de Sara.

E agora, será que esses dois conseguirão se acertar mesmo depois de um começo tão desastroso?

Compartilhe:

04/04/2017

{Resenha} Uma Noite como Esta


Uma Noite Como Esta é o segundo livro da série Quarteto Smythe-Smith, da Julia Quinn, publicado no Brasil pela Editora Arqueiro.

Daniel Smythe-Smith está de volta a Londres, depois de três anos fugindo. Ele chega em casa bem no dia do famoso concerto anual das Smythe-Smiths e, para não 'atrapalhar' as meninas, fica espiando a apresentação por uma brecha na porta e fica logo surpreso ao notar que a moça que está ao piano não é uma de suas primas.
Daniel a observa durante toda a apresentação e se encanta por ela, decidindo que precisa beijá-la.

Anne é a governanta das primas menores de Daniel e foi meio que obrigada a se apresentar no concerto, porque uma das meninas fingiu estar doente. Ela é uma moça muito bonita e de ótimos modos, mas esconde um passado e tem muito medo que alguém a encontre.

Ao final da apresentação, quando está tentando se esconder da multidão, ela dá de cara com Daniel e é praticamente amor à primeira vista, mas ela preza muito pelo seu emprego e pelo pouco de segurança e estabilidade que conquistou e fará de tudo para não se envolver com alguém tão importante como ele.

Compartilhe:

30/03/2017

{Resenha} Os Delírios de Consumo de Becky Bloom


Os Delírios de Consumo de Becky Bloom é o primeiro livro da Série Becky Bloom, da Sophie Kinsella, publicado no Brasil pelo Grupo Editorial  Record.

Becky Bloom é uma compradora compulsiva. Ela não pode ver nem a sombra da palavra 'promoção', que já está com a mão coçando para comprar.

E a grande ironia é que a Becky é uma jornalista financeira, que escreve aconselhando e orientando as pessoas sobre como administrar o seu dinheiro.

Nem preciso dizer que ela não segue nenhum dos próprios conselhos, né?! Endividada até a alma, Becky cria mil manobras e desculpas para fugir do banco e das empresas e cartões de crédito.

Para tentar melhorar sua vida financeira, ela monta muitas estratégias, mas não consegue cumprir nenhuma.

Compartilhe:

27/03/2017

{Resenha} Rio de Tinta


Rio de Tinta é um livro da Ana Lattaruli, publicado pela Editora Novo Século.

Ally Clouds é diferente. Ela ama margaridas e tintas e não tem amigos. Lembranças do passado a atormentam, como a estranha morte da sua mãe e algo que aconteceu na escola no ano anterior que deixou todos com medo dela.

Todos, exceto Michael Orhan.

Michael é um garoto comum, mas mesmo depois de ser muito alertado, resolve se aproximar de Ally. Há algo nela que o atrai.

Os dois vão se conhecendo melhor e descobrindo que existem muitas coisas incomum entre eles e que há muitos mistérios ao redor deles que precisam ser descobertos.

Compartilhe:

20/03/2017

{Resenha} Corte de Névoa e Fúria


 Corte de Névoa e Fúria é o segundo livro da série das Cortes (não sei exatamente qual o nome da série hehe'), da Sarah J Maas, publicado no Brasil pela Galera Record.

Essa resenha contém spoilers do primeiro livro, Corte de Espinhos e Rosas (resenha aqui)

Depois de vencer Aramantha e quebrar a maldição terrível que abatia os Feéricos, Feyre (agora também Feérica) e Tamlin estão às vésperas do casamento, tentando reconstruir o que restou da Corte Primaveril.

Tudo parece estar se encaminhando bem, porém Tamlin ficou extremamente obsessivo com a segurança da noiva e não permite que ela dê nem um passo sem uma tropa de gente vigiando. Embora tente entender as motivações do noivo, Feyre se sente presa na mansão e isso vai acabando com ela.

E para completar, Rhys aparece para cobra o pacto que eles fizeram e ela tem que ir, todos os meses, passar uma semana na Corte Noturna. Mas, ao contrário do que ela imaginava, a vida na Corte Noturna parece bem mais acolhedora e ela se sente muito mais livre e feliz lá (mesmo que nunca admita isso).

Ela também começa a descobrir os seus poderes e parece sentir uma estranha conexão com Rhys, através da tatuagem que ele fez para selar o pacto.

Compartilhe: